terça-feira, 23 de agosto de 2011

Hotel Habana Libre - história e por do sol

Hotel Habana Libre


Esculturas de ferro que ornamentam o Habana Libre

Foto de Che, em um torneio de xadrez  no Habana Libre













Em Havana, Cuba, optamos por ficar no Hotel Habana Libre, em Vedado. Este hotel foi ocupado pelos revolucionários cubanos, liderados por Che Guevara, Camilo Cienfuegos e Fidel Castro. Aqui aconteceram reuniões sobre os rumos que a revolução deveria tomar.

O hotel era Habana Hilton antes da revolução, no governo do ditador Fulgencio Batista, em 1958. A Revolução Cubana triunfou em Janeiro de 1959. O então Hilton Hotel recebeu a visita de Cienfuegos e oito dias depois Fidel Castro e alguns companheiros se hospedaram ali e permaneceram por cerca de tres meses. A embaixada soviética ao longo do governo dos irmãos Castro já ocupou alguns andares do prédio. O novo Habana Libre abriu suas portas em 1997 com bandeira da espanhola Sol Meliá.

O hotel é grande, com quartos amplos e sempre com muitos turistas circulando. Tem lojinhas, tabacaria de charutos locais e piscina. Ao lado, tem uma casa de câmbio que facilitava a troca diária de dinheiro: euro por CUC, o dinheiro cubano para turistas. Na tv, imagens da revolução e de Che em Sierra Maestra e em diversas situações e também novelas brasileiras.

O salão de café da manhã era uma babilônia de sons, cores, línguas, aromas e tipos. Muito grande, com muita gente trabalhando e circulando, eu fiquei na dúvida se era mesmo café da manhã ou almoço. Comida de todo tipo: além de doces, pães, ovos e frios, carnes, arroz, feijão, embutidos e uma infinidade de outras coisas. 

Eu recomendo pedir um quarto nos andares mais altos e com vista para o mar. Isso irá te garantir um por do sol de tirar o fôlego. Ignore o ar condicionado do quarto e durma com a porta de vidro aberta. A brisa que vem do mar vai embalar seu sono e seus sonhos. Chegue na varanda e olhe Havana de cima e sinta a forte energia que faz parte daquela cidade misteriosa. 

O Habana Libre para nós terminou transformando-se em um oásis na cidade. Cuba faz um calor intenso. Sempre no fim da tarde, passávamos no hotel para beber uma água e nos refrescarmos um pouco no ar condicionado, antes de sairmos novamente para caminhar e jantar em um dos muitos paladares cubanos http://migre.me/5xPvq.