segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Você DEVERIA colocar a RÚSSIA nos seus top 5 de próximos destinos a serem visitados apenas PORQUE a Russia é INCRÍVEL.

O que ver na Rússia

O acaso nos levou até a Rússia: uma super promoção na passagem aérea, um dia de sentimentos de aventura e pimba: VAMOS PARA A RÚSSIA. Passagens compradas e agora? O que sabemos sobre o país?

Sabemos que está em conflito com a Ucrânia, que a antiga União Soviética era a inimiga do mundo, celeiro de mulheres halterofilistas, máfia russa, KGB, Perestroika e homens maus, povo fechado e avesso aos outros povos.

Sabíamos ainda que era um país enorme e muito frio e que a região da Sibéria era desolada, deserta e cheia de gelo. Que este frio siberiano era tão famoso que já havia até ganhado guerras. Essa era a Rússia que cabia em nossa imaginação.

O que ver na Rússia
Catedral de São Basílico: cartão postal de Moscou
Iniciamos as nossas pesquisas e tudo continuava obscuro, envolto em névoas, pois não encontrávamos muitas informações a respeito do país. Tudo parecia cinza, perigoso, corrupto, inseguro. Confesso que viajei com um forte sentimento de medo do que iria encontrar.

Tinha certeza que seria uma aventura! Quando contamos aos amigos qual era nosso destino desta vez, todos nos perguntaram se estávamos loucos, se queríamos morrer, o que iríamos fazer naquele país que queria entrar em guerra com o resto do mundo.

Entretanto, não podíamos todos estar mais enganados a respeito de uma série de paradigmas sobre a Rússia. 

O que ver na Rússia
Museu Hermitage em São Petersburgo

O que ver na Rússia
O rio Neva em Petersburgo com seus barcos e o belíssimos prédios ao fundo.

O que encontramos foi um país de primeiro mundo, de fácil locomoção, com uma gastronomia saborosa (quase sempre), muito ocidentalizada, com monumentos históricos surpreendentes, grandiosos e belíssimos.

O povo russo é engraçado, simpático, muito gentil e atencioso, ótimo anfitrião, o que ajudou, e muito, a superar a barreira da comunicação: é quase impossível para quem não fala russo aprender alguma coisa além de, "obrigada" (spasibo - fala-se spasiba), "por favor/de nada" (pozhaluysta  - fala-se pajausta) e uma ou outra coisinha.

Foi difícil encontrar pessoas que falassem inglês e vezes sem conta tivemos que apelar para a mímica a fim de nos fazermos entender. Em todos os momentos e situações fomos ajudados com paciência, gentileza, boa vontade e sorriso no rosto, contrariando tudo o que pensava a respeito do russo.

Devo dizer que deixei a Rússia deliciosamente encantada!
O que ver na Rússia
Rua em Omsk - Sibéria

















O primeiro passo após a compra das passagens, foi definir as cidades que queríamos visitar naquelas duas semanas. As escolhidas foram: Moscou, São Petersburgo, claro, e, além disso, decidimos que iríamos até Omsk e Tomsk, na Sibéria.

Bem vindos à Rússia!