domingo, 2 de novembro de 2014

CATEDRAL de SÃO BASÍLICO, uma das mais preciosas JOIAS moscovitas, Russia.

 
A preciosa Catedral de São Basílico vista da lateral da Praça Vermelha que estava fechada
 
Os detalhes da Catedral

Seus domos coloridos lembram um carrossel

A Catedral, suas cores e seus detalhes
Depois de vistarmos o Armoury Chamber e arredores, em nosso segundo dia em Moscou, nós seguimos para a Catedral de São Basílico, que fica na Praça Vermelha.

De todos os ângulos, ela é linda
Para mim, esta catedral ortodoxa russa, é o cartão postal moscovita. Ela é absolutamente estonteante. Ao vivo, me lembrou um carrossel e eu fiquei ali esperando que a qualquer momento uma musiquinha fosse tocar e que o "carrossel", com seus belíssimos domos coloridos, fosse girar. São nove ao todo. Um no centro, quatro maiores e quatro menores.

A maquete, que fica dentro da Catedral

Ivan, o terrível

São Basílico (oficialmente Catedral da Interseção) foi construída entre 1555 e 1561 por Ivan IV, mais conhecido como Ivan, o terrível, para comemorar a vitória sobre Kazan. Após a vitória, ele começou a construir igrejas em estilo oriental. Diz a lenda, que ele ficou tão apaixonado por São Basílico que mandou cegar o arquiteto para que nenhuma outra joia como aquela fosse construída no mundo.

O açougueiro e o príncipe vistos de dentro da Catedral



O açougueiro e o príncipe
Noivas e seus convidados
Em frente a ela há uma estátua do açougueiro e do príncipe que lutaram na guerra contra a Polônia. O mais curioso é ver a quantidade de noivas e seus convidados tirando fotos em frente à estátua.

A Catedral por dentro com seus afrescos

Um labirinto

Os adornos da Catedral

Um dos domos
 São 250 rublos para entrar em São Basílico. A igreja por dentro decepciona se levarmos em conta que por fora ela é excepcional. Parece um labirinto escuro, com afrescos interessantes, mas gastos pelos séculos (alguns estavam sendo restaurados) e imagens douradas. 

Ela não e muito grande e cerca de 1 hora é suficiente para visita-la. Há escadarias.

O ponto alto da visita foi um coro de homens cantando belas músicas. Naquele ambiente intimista, me fez chorar.