sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Mais alguns dias em MOSCOU: MAUSOLÉU DE LENIN e Shopping GUM, Russia:




Voltando para Moscou
Depois de três dias em Moscou fomos passar um tempo viajando por outras regiões e então voltamos para a capital russa para a última parte da viagem. Encontramos a cidade fria e chuvosa. Em compensação, a Praça Vermelha,  fechada quando chegamos ao país, estava finalmente aberta e lá foi o nosso destino do dia.

Praça Vermelha aberta fria e chuvosa

Praça Vermelha fria e chuvosa

Rodamos um pouco pela Praça Vermelha e seguimos para o Mausoléu de Lenin, onde o antigo líder do comunismo está embalsamado. A fila não estava muito longa, talvez a chuva tenha afastado os inúmeros turistas que costumam visitar o local. 

Guardas sisudos e jovens controlam o acesso e vão liberando as pessoas aos poucos.

                                                                                        Fila para visitar o Mausoléu de Lenin

Bustos de antigos líderes soviéticos

Acesso ao Mausoléu de Lenin: a chuva parece ter afastado os turistas

Durante o percurso até a entrada do mausoléu há bustos de antigos lideres soviéticos e as fotos são permitidas. Dentro do mausoléu entramos em fila indiana, fotos não são permitidas e nem pensar em parar para olhar melhor o Lenin. Guardas garantem que você não pare e nem volte. 

O corpo do ditador embalsamado parece um boneco de cera, muito branco, muito pálido, em uma tumba de granito negro, com luzes que deixam o ambiente com um ar de morbidez, sem ser necessariamente assustador.

Entrada Gratuita. Ter a Quin, Sab e Dom - 10:00 às 13:00.

A bela Praça Vermelha
Praça Vermelha com a fachada do GUM ao lado direito da imagem

GUM visto do último piso



O GUM e suas pontes

GUM

De antigo centro de abastecimento nos tempos soviéticos a sofisticado shopping center em uma das áreas mais famosas da capital russa: a Red Square. Realmente uma mudança radical. A estrutura do shopping GUM (Gosudarstvenny Universalny Magazin) é linda: a luz, as cores, as pequenas pontes. 

Em algumas pontes há mesas onde é possível tomar uma cerveja. Há restaurantes mais acessíveis aos bolsos e outros mais caros. Quem gosta de moda e de sofisticação vai se deliciar.

No térreo há charmosos quiosques de sorvete (não gostei do sorvete russo. Tem gosto de nada!). Há banheiros públicos, claro, mas há um específico, mais decorado, que é pago. Vale o tour para quem gosta de ver coisas bonitas com pegada antiga. 

O GUM (10:00 às 22:00.) é uma parada quase obrigatória para quem está na região.

Calçadão Nikolskaya: vista do GUM à esquerda, Kremlin ao fundo e Kazan Cathdral ao lado direito: colorido

Almoçamos no GUM e reservamos a tarde para entrar no Kremlin.