quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Onde COMER e onde DORMIR em São PETERSBURGO, Rússia


O que ver em São Peterburgo Rússia
São Petersburgo
Chegamos em São Petersburgo em uma manhã clara e ensolarada de um domingo de verão russo. Apesar da estação do ano e do sol brilhando no céu, não posso dizer que estava exatamente calor. No máximo, a temperatura estava agradável, mas exigia um casaco. 

Foi fácil perceber que o clima na cidade era bem diferente do que sentimos em Moscou, como a diferença explícita entre a atmosfera de uma cidade urbana e uma cidade de praia. Será que o Rio Neva era quem tornava o ar de Petersburgo mais informal, alegre e jovial?

Na antiga capital do czares, foi possível encontrar mais informações em inglês, assim como um pouco mais de pessoas falando a língua dos viajantes, mas não muito mais que em Moscou. 

Onde ficar em São Petersburgo Rússia
Fachada do Ibis em São Petersburgo
Ibis Hotel São Petersburgo Rússia
O lobby do hotel

Hospedagem em São Petersburgo Rússia
O salão do café da manhã, que é pago à parte.
Da Estação de Trem fomos caminhando ( menos de 1 km ) até o Ibis Hotel Centro, onde ficamos hospedados. Já disse algumas vezes, em outros posts, que geralmente minha primeira opção de hospedagem é o Ibis: ótimo custo/benefício, eles costumam ser bem localizados, os quartos seguem um padrão e o staff é preparado para atender o turista. 

O Ibis de São Petersburgo ainda tem uma particularidade: no saguão funciona um pequeno quiosque de turismo, onde é possível conseguir mapas, folhetos e informações sobre a cidade. Isso ajuda muito, especialmente em uma cidade onde não é fácil a comunicação.

Vai e vem intenso de pessoas na rua onde está localizado o Ibis: LIGOVSKY PROSPEKT 54

LIGOVSKY PROSPEKT 54, onde fica o Ibis

Galeria próxima ao Ibis Hotel
Além do Ibis ser muito próximo da estação de trem/metrô, tem esta galeria ao lado, que é um shopping nos moldes dos que temos no Brasil. Quando não queríamos tomar café da manhã no hotel, tomávamos café da manhã na Galeria. 

E no quesito comer, eu tenho uma sugestão para São Petersburgo: arrisque-se. Especialmente na principal avenida comercial, a Nevsky Prospect, há muitas opções de lanchonetes, cafés e restaurantes muito charmosos. O atendimento, mesmo quando só há funcionários falando russo, é eficiente e simpático e existe chance maior de encontrar cardápio em inglês. Eu me joguei em aventuras gastronômicas, sem medo.

A decoração charmosa do Ivanoff House

O verdadeiro Estrogonofe

Fachada da Ivanoff House
Só vou recomendar um restaurante: o Ivanoff House (Nevsky Prospect, 29-31, St Petersburg, Rússia). Estávamos um dia, caminhando pela Nevsky, quando nos deparamos com ele. Por dentro é lindo, tem um cardápio interessante e bilíngue, além de ótimo atendimento. Foi neste restaurante que experimentei o verdadeiro estrogonofe russo, que é delicioso, mas que não tem absolutamente nada a ver com o nosso. De sobremesa, macarons, que na Russia são deliciosos! 

Linda vitrine de doces russo: os macarons são especialmente deliciosos e macios.

Os chás russo são fortes e deliciosos. 
Os chás russos são maravilhosos: fortes e servidos muito quentes. Acompanhados de macarons eles foram quase uma atração turística para mim em meus dias em Moscou e Petersburgo. Os torrões de açúcar davam, para mim, um toque de encanto à mesa, sempre bem posta, com louças lindas. 

Estar na Russia, em um país onde a comunicação é difícil por conta da barreira linguística, é ao mesmo tempo assustador e libertador. Temos que nos reinventar e nos lançarmos em aventuras de toda espécie: gastronômica, de interação, de locomoção. No final, quando olho para trás, fico feliz por ter descoberto tantos sabores, texturas e vida distintas da minha. Ah, sim, e é possível interagir com um povo que não fala nosso idioma e vice versa. Pelo menos quando este povo é simpático e aberto ao turista.