quinta-feira, 4 de agosto de 2016

As famosas SALSICHAS de NUREMBERG, Alemanha:

Frauenkirche

Frauenkirche e sua nave

O Tucher Altar da Frauenkirche e o painel pintado por Dürer

Os visitantes da Frauenkirche

O órgão da Frauenkirche

O balcão onde na véspera pudemos subir e ver a Frauenkirche sob outro ângulo
Depois de assistirmos ao espetáculo do relógio que fica na fachada da Frauenkirche, nós a visitamos novamente, agora sob nova perspectiva, inseridos em seu contexto, em meio a sua nave e não como os observadores sortudos que havíamos sido no dia anterior.

A Frauenkirche é intimista, possui uma nave pequena, com cadeiras de madeira, um bonito e grande órgão, uma estrela de Davi no altar (aqui era o antigo local de uma sinagoga) e colunas simples. A sua ornamentação não é ostensiva, ela tem uma cor pastel rosada que toma conta de todo o ambiente deixando o colorido por conta de seus visitantes.

A Frauenkirche ou Igreja de Nossa Senhora carrega mais um dos capítulos negros da história de Nuremberg. Aqui aconteceu o massacre dos judeus em 1349 e a consequente expulsão dos mesmos de seus guetos e facilitando assim a consolidação do Haputmarkt e da igreja.

No altar (Tucher Altar), que simboliza a transição dos tempos medievais para o moderno, há uma painel pintado por Albrecht Dürer, o artista mais famoso da cidade. 

Behringer´s Bratwursthäusle

No restaurante Behringer´s Bratwursthäusle sob a sombra de uma árvore com a igreja de St. Sebald às minhas costas e a Rathaus à direita da foto

Behringer´s Bratwursthäusle e seu terraço

Behringer´s Bratwursthäusle e seu cardápio

Salsichas de Nuremberg com chucrute

As salsichas de Nuremberg e a excelente mostarda da região: deliciosamente forte
Fomos almoçar. Escolhemos o restaurante Behringer´s Bratwursthäusle, na Rathausplatz, próximo à Igreja de St. Sebald e a Rathaus. Sentamos no terraço, sob a sombra de uma árvore, para olhar o vai e vem de pessoas, aproveitar a temperatura amena e apreciar o entorno.

Decidimos claro, pelas famosas salsichas de Nuremberg (Nürnberger Rostbratwürste) com chucrute (sauerkraut). Pedimos 12 para compartilhar e estavam deliciosas. Havia outras opções no cardápio. 

O atendimento foi eficiente: a garçonete chegou, nós fizemos o pedido, ela trouxe, sem demoras e sem delongas. Sem sorrisos e sem conversa. Estava cheio, com todas as mesas ocupadas e fila na porta.

O lugar afirma que as salsichas são feitas todos os dias, de maneira artesanal, utilizando apenas ingredientes da região e são servidos, como manda a tradição desde pelo menos a época de Dürer, em pratos de estanho.

Na parte de dentro há uma ilha onde as finíssimas salsichas são grelhadas em fogo de madeira, envolta em um fumacê danado de intenso. A decoração aí é rústica, carregada na madeira. Linda!