domingo, 11 de setembro de 2016

HOLANDA:

Voo Brasil - Espanha
Lembro que a Holanda não fazia parte de nossos planos quando resolvemos viajar para Europa em 2013. O país não configurava em minha lista de países desejo e eu não tinha considerado uma visita.

Buscamos passagens incansavelmente para vários destinos que gostaríamos de visitar naquele ano, mas todas estavam absurdamente caras. Até que a Air Europa entrou em promoção para Amsterdam com escala em Madri, Espanha.

Uma amiga acabava de se mudar para lá, havia uma meia maratona no segundo semestre e os viajantes costumavam tecer elogios ao país: compramos e fomos. 

Exaustos desembarcando em Madri

Voo KLM Madri - Amsterdam
Desembarcamos no aeroporto de Schiphol em Setembro de 2013. O voo da Air Europa atrasou muito no Brasil e quando chegamos em Madri, uma funcionária da companhia estava chamando os passageiros com destino à Amsterdam, pois estávamos prestes a perder nossa conexão.

Havíamos nós e uma moça vinda não sei de que país. A funcionária passou conosco na frente de todos pela longa fila de controle de passaporte. O agente de imigração pareceu desconfortável ao ver quatro pessoas chegando de maneira esbaforida em seu guichê. 

Primeiro pegou o passaporte da moça e simplesmente carimbou. Para nós perguntou se estávamos visitando como turistas, se íamos para Áustria e se íamos ficar hospedados em hotel. Perguntas respondidas, passaportes carimbados.

Seguimos a funcionária, que parecida ter asas nas pernas: nós nunca andamos tão rápido pelo imenso aeroporto Barajas, mas deu tudo certo e conseguimos pegar nosso voo KLM (code share com Air Europa), de pouco menos de 2 horas, para Amsterdam.


Schiphol Airport 

Schiphol Airport 

Schiphol Airport - saguão principal 

Schiphol Airport - tomando um café para repor as energias depois de mil horas de voo 

Schiphol Airport - ponto de ônibus para os hoteis 

Schiphol Airport - Cara de ontem, mas feliz de ter chegado. Esperando o busão para o Ibis Hotel 
Achei Schiphol um dos melhores aeroportos onde eu já pousei: tem de tudo naquele lugar! Cafeterias, restaurantes, lojas, mercados, estação de metrô. Logo após o desembarque tem um Posto de Informações Turísticas com ótimo atendimento. Pegamos mapas e muitas informações sobre o país, especialmente sobre deslocamentos.

Fomos informados também sobre o programa de passes de museus, mas não nos atendia.

Como nossa imigração foi feita em Madri, só precisamos resgatar nossas bagagens em Amsterdam. Tomamos um café e saindo do terminal fomos para o ponto de ônibus dos hotéis pegar o busão para o Ibis Aeroporto, onde ficaríamos hospedados.