terça-feira, 7 de março de 2017

A LEITARIA da Quinta do PAÇO, desde 1920, PORTO, Portugal:

A LEITARIA da Quinta do PAÇO, desde 1920, PORTO, Portugal:

Depois de duas horas caminhando, imersos nas belezas da cidade do Porto, perdidos em devaneios e sentimentos, chegamos finalmente à Leitaria da Quinta do Paço (Praça Guilherme Gomes Fernandes 47) para tomarmos o café da manhã.

O relógio mostrava que o dia já tinha passado das 11 horas e a fome estava gigantesca. Escolhemos uma mesa ao ar livre para aproveitarmos a temperatura agradável e começamos a explorar as inúmeras (e deliciosas) opções dispostas no cardápio. Devo dizer que foram escolhas acertadas, as nossas, mas difíceis de serem feitas, diante de tantas apetitosas alternativas. 

Onde comer no Porto, Portugal: Leitaria da Quinta do Paço
A Leitaria da Quinta do Paço

Onde comer no Porto, Portugal: Leitaria da Quinta do Paço
A Leitaria da Quinta do Paço - tantas opções deliciosas!

Onde comer no Porto, Portugal: Leitaria da Quinta do Paço
A Leitaria da Quinta do Paço
A Leitaria existe desde 1920, quando então inicia a produção de leite, manteiga, queijo e chantilly. Eles afirmam que foram a primeira empresa a distribuir leite pasteurizado. A marca principal da Leitaria, seu símbolo maior, é o éclair, recheado com seu famosíssimo chantilly.

Foi o éclair da Leitaria que nos levou até ela naquela manhã. O lugar é muito fofo, com decoração simples, básica e linda e isso me atraiu, já fez com que me sentisse confortável por ali. 

Onde comer no Porto, Portugal: Leitaria da Quinta do Paço
A Leitaria da Quinta do Paço e suas delícias
Léo escolheu torrada com queijo, geleia e café com leite, além de claro o éclair, clássico, de chocolate, tamanho normal. Eu optei por croissant com queijo, café expresso e um mini éclair, também clássico (há outras opções de recheio).

Preciso dizer que foi um café da manhã de sabores memoráveis. O croissant tem qualquer coisa na massa, que o torna diferente e sensacional. O éclair, bem, como tudo o que se faz na doçaria portuguesa, ele não é desse mundo. O doce derrete na boca de uma maneira que não consigo definir e a sua doçura tem a medida correta, perfeita.

A Praça Guilherme Gomes Fernandes ganhou esse nome em 1915 em homenagem ao Comandante dos Bombeiros Voluntários do Porto. No século XIX os vendedores de pão colocavam suas tendas nesta praça.

Ao lado da Leitaria está o Modo de Ler, uma livraria vendendo livros novos e usados, onde encontrei pérolas como Tchekhov e D. M Lawrence por 2,50 euros. Ali também há uma variedade interessante de livros infantis por menos de 5 euros. Um paraíso para quem adora ler e fuçar livrarias.

Próximo destino: Centro Português de Fotografia abrigado na antiga Cadeia da Relação