sábado, 4 de março de 2017

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:

No dia 02 de Setembro, às 06 horas e 50 minutos da manhã começou nossa jornada rumo a Renânia do Norte-Vestfália, Alemanha. O voo nascia em Salvador, com conexão de poucas horas no Rio de Janeiro e de lá seguia para Frankfurt.

O primeiro trecho foi com companhia aérea GOL que fazia code share com a alemã Condor que nos deixaria então em nosso destino final: o aeroporto Frankfurt am Main. Já a volta seria um voo direto Frankfurt – Salvador. Foi nossa segunda vez voando com a Condor. 
Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Página da Condor
Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Informações a respeito de bagagens na página on line da Condor
Compramos as passagens (Salvador - Frankfurt, Frankfurt - Salvador) pelo site da Condor, que está todo em português e o passo a passo foi muito simples. Nele há informações a respeito da bagagem e check-in, entre outras, que podem ser úteis antes do embarque.

No momento da compra, não pudemos marcar os assentos. Para tal, era preciso pagar uma taxa de 30 euros por trecho, por pessoa. Abusivo, em minha opinião.

24 horas antes eles abrem o check-in on line e uma vez o mesmo realizado, os assentos são marcados. Contudo, nós não podemos escolhê-los: a companhia aérea faz a marcação automática, onde bem lhe aprouver. 

Assim, nos colocaram no meio e corredor, nos dois trechos de ida e no trecho de volta, mesmo sendo nós, um casal (o formato do avião da Condor - Boeing 767-300 - é 2x3x2). Um suplício, para quem, como eu, só gosta de viajar na janela e no fundo. Pelo menos, nos acomodaram juntos, pois vi famílias sendo separadas e reclamando.

Outro detalhe sobre o check-in: a página estava toda em alemão, sem opção em nenhuma outra língua. O jeito foi buscar ajuda com o santo google translator

Outra informação importante: só conseguimos fazer o check-in 24 horas antes do embarque do trecho Rio de Janeiro – Frankfurt e não nas 24 horas que antecederam o embarque em Salvador.

O despacho de bagagens em Salvador, com a GOL, para retirada apenas em Frankfurt, foi rápida e eficiente, apesar das esteiras estarem paradas. 

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Galeão - voo atrasado
O voo de Salvador até o Galeão foi tranquilo, sem sobressaltos ou surpresas. Ao chegarmos ao Rio, entretanto, nos deparamos com o problema. O voo para Frankfurt estava atrasado em mais de 4 horas e ainda não estava confirmado.

Apesar de voarmos com a Condor até Frankfurt, a cidade não era nossa última parada. Nós nem sairíamos do aeroporto Frankfurt am Main, pois dali mesmo pegaríamos um trem direto para Colônia (Renânia do Norte-Vestfália), esse sim, nosso destino final. Já havíamos comprado os bilhetes pela internet, no site da Bahn, a companhia de trens alemã. 

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
À espera do voo GIG - Frankfurt
Justamente por medo de atrasos nos voos, geralmente nós compramos as passagens de trem com larga folga. Os tíquetes que compramos de Frankfurt para Colônia partiria 3 horas após chegarmos na Alemanha.

Como o voo da Condor estava atrasado mais de 4 horas, já havíamos perdido o trem. Sabíamos que lá chegando conseguiríamos comprar novos, mas não sabíamos a que custo. Além do mais, o voo ainda não estava confirmado e o check-in da Condor não estava aberto. Só nos restou esperar.

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Restaurante Demoiselle - Galeão, Rio de Janeiro

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Restaurante Demoiselle - Galeão, Rio de Janeiro

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Sobremesas variadas no Restaurante Demoiselle
Quando o check-in da Condor abriu, eles não souberam informar a razão de tanto atraso, mas a gentil senhora que nos atendeu disse que o voo já estava a caminho do Brasil. Sem pedirmos ou questionarmos, ela nos deu vouchers para almoço no Galeão, no Restaurante Demoiselle.

Além disso, ela trocou as nossas poltronas para janela e corredor (13 H e 13 K) e, ainda fez upgrade de classe: fomos alocados na Premium Economy: tudo isso para minimizar o impacto do atraso do voo. Ponto para a Condor. Contudo, não percebi diferença significativa entre essas suas classes no quesito espaço entre poltronas. 

O Demoiselle funciona em um grande salão que estava muito cheio, O voucher dava direito a buffet livre de comida e de sobremesa, incluindo uma bebida não alcoólica. Não era exatamente uma comida espetacular, mas atendeu perfeitamente. Tinha certa variedade: carne, frango, saladas e feijoada. Havia muitas opções de sobremesa: frutas, pudim, pavê, bolo de tapioca e goiabada com queijo.

Seguimos então para o Terminal 2 do Galeão, de onde partiria o voo. O acesso ao salão de embarque foi feito de maneira automática, no leitor de passaportes, o que achei rápido e eficiente. O raio X também não demorou e os funcionários foram muito simpáticos nas orientações.

O Controle de Passaportes também foi feita através do código de barras do passaporte em uma máquina. Em seguida a portinhola abriu, eu entrei, me posicionei conforme indicação dos pés no solo, uma foto foi tirada e segui em frente. 

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Galeão: beleza e conforto

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Matando o tempo no Galeão

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Matando o tempo no Galeão

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Tédio no aeroporto do Rio de Janeiro
O Galeão está muito bonito. Eles espalharam poltronas pelo salão com vista para a pista de pousos e decolagens, há muitas tomadas disponíveis, bem como wi-fi for free e lanchonetes, para que nossa espera pelo voo seja o mais confortável possível.

Ainda assim, confesso que foi um tédio esperar pelo voo da Condor. Já estava cansada, acordada desde às 3 horas da manhã: ou seja já estava há 13 horas em função da viagem para a Alemanha e ainda iria enfrentar um voo de 12 horas, até Frankfurt, sem contar o deslocamento de trem até a Renânia do Norte. 

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor chega no Galeão

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor: Economy Premium

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor - esperando decolagem

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor: jantar - frango com arroz

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor: suco de tomate no jantar

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor - músicas gratuitas

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor: café da manhã

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Condor - após café da manhã, musica

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Voamos lado a lado com outro Condor: nunca tinha visto um avião tão paralelo
Finalmente os procedimentos de embarque foram iniciados. O voo que deveria sair do Galeão às 13 horas, decolou com quase cinco horas de atraso. No voo, havia um comissário brasileiro, o único que falava português e coincidentemente, ele também estava trabalhando em nosso voo de volta ao Brasil. O resto da tripulação só falava alemão ou inglês.

O comissário brasileiro nos explicou que o voo foi impedido de decolar em Frankfurt por conta de um alerta de bomba que manteve o aeroporto fechado por cerca de 4 horas e que no final das contas, para alívio de todos, era falso.

Não houve diferença alguma entre esse voo que fizemos em Setembro e o voo que fizemos em Junho do mesmo ano. Os filmes continuaram custando 8 euros, sendo que as músicas seguiram sendo gratuitas, mas é necessário que tenhamos nossos fones de ouvido.

Eles só oferecem uma opção de jantar, geralmente frango com arroz, que esteve bom em todas as ocasiões, além de pão e sobremesa. As bebidas não alcoólicas estão incluídas e eles têm um ótimo suco de tomate. Já as bebidas alcoólicas são cobradas.

Todavia, neste voo, por conta do atraso e ainda pensando em minimizar o impacto da espera para os passageiros, eles liberaram de pagamento as bebidas alcoólicas. No café da manhã, pão cacetinho com dois tipos de queijo, manteiga e geleia, suco e café.

O banheiro seguiu limpo o voo todo, eles nos forneceram uma manta pequena e um travesseirinho. 

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Sobrevoando Frankfurt

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Chegando em Frankfurt

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Frankfurt am Main -  as bagagens chegaram rapidamente

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Loja da Condor no aeroporto de Frankfurt
Enfim, pousamos em Frankfurt. O controle de passaporte foi muito fácil: não nos perguntaram nada. As bagagens chegaram rapidamente e seguimos para a loja da Condor para resolvermos a questão dos bilhetes de trem perdidos por conta do atraso do voo. Havia uma fila enorme, com pessoas resolvendo questões diversas. Eu mal me aguentava de pé.

Ao chegamos ao balcão de atendimento e informarmos o problema, a senhora nos pediu os bilhetes do voo e do trem Frankfurt - Colônia e prontamente nos deu um voucher que nos permitia embarcar em qualquer trem para qualquer destino dentro do território alemão, em qualquer horário. Simples assim. 

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Frankfurt am Main, a caminho da estação de trem

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Um lanche em um dos muitos quiosques espalhados por Frankfurt am Main

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Fernbahnhof: na plataforma à espera do trem para Colônia
Seguimos então para a estação de trem, Fernbahnhof, que fica dentro de Frankfurt am Main. Para chegar até ela, basta seguir as placas espalhadas pelo aeroporto, que é muito bonito, movimentado e bem sinalizado. Há balcões de informações para ajudar os passageiros.

Paramos um instante para comemos uma focaccia (1,50 euros) em um dos muitos quiosques espalhados pelo aeroporto e pegamos o primeiro trem para Colônia que entrou na estação cerca de 10 minutos após a nossa chegada à plataforma. Enfim, estávamos a caminho de Colônia. 

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Frankfurt am Main

Do BRASIL para a RENÂNIA do Norte-VESTFÁLIA, voando de CONDOR, Alemanha:
Aeroporto de Frankfurt - hora do até logo
O voo de volta: Frankfurt – Salvador, ocorreu sem problema algum, sem nada que mereça ser relatado. Foi um voo tranquilo. 

A questão referente a não escolha de assentos é um ponto extremamente negativo em relação a Condor, em minha opinião. A distância entre poltronas também me parece menor se compararmos com outras companhias aéreas como Air Europa, TAM e TAP. Entretanto, a tripulação costuma ser gentil e atenciosa e os voos geralmente seguem sem sobressaltos ou tumultos: isso conta pontos a seu favor.

Por conta da rápida solução e tentativas de minimizar o impacto causado pelo atraso do voo Rio de Janeiro - Frankfurt, cuja responsabilidade não foi da companhia aérea, eu voaria de Condor outras vezes, caso o valor das passagens estivesse atraente.