domingo, 15 de janeiro de 2017

DESEMBARCANDO no Porto, Portugal: as primeiras HORAS

O que fazer no Porto Portugal

Porto foi nossa porta de entrada em Portugal, o que nos rendeu uma vista aérea magnífica dessa cidade, onde o rio Douro corre suavemente entre ela e Vila Nova de Gaia, ligadas pela famosa ponte Luís I.
Estava um lindo dia e sobrevoar Porto nos deu outra perspectiva desse lugar que arrebataria meu coração em muito pouco tempo e tomaria meu espírito de assalto. 
O que fazer no Porto Portugal
Esperando as bagagens no aeroporto Francisco Sá Carneiro

O que fazer no Porto Portugal
O Posto de Informações Turísticas em Porto
O desembarque no aeroporto Francisco Sá Carneiro (chegávamos de Madri, onde fizemos breve conexão) foi muito tranquilo e quase não havia ninguém para retirar as bagagens, além de nós. Elas chegaram à esteira indicada ao nosso voo muito rápido.
Nossa primeira parada como sempre, foi no Posto de Informações Turísticas localizado logo após o desembarque doméstico, no saguão principal, onde pegamos mapas, folhetos, informações sobre Porto, além de sermos orientados sobre o deslocamento até o Ibis São João, onde nos hospedaríamos.
O que fazer no Porto Portugal
No ponto de ônibus do aeroporto do Porto

O que fazer no Porto Portugal
Léo esperando o busão no ponto que fica no aeroporto

O que fazer no Porto Portugal
Placa informado horários, rotas e quais linhas passam no ponto do aeroporto

O que fazer no Porto Portugal
Nosso autocarro - 604
O jovem que simpaticamente nos atendeu sugeriu que fôssemos ao Ibis de ônibus (chamado autocarro em Portugal), pois, apesar de ser mais demorado que o metrô, nós não precisaríamos fazer baldeação. Cansados da longa viagem, aceitamos a sua recomendação.
Dirigimo-nos então ao ponto de ônibus que fica na saída em frente ao Posto de Informações Turísticas, e há uma placa indicando os horários e os números dos autocarros com seu destino final.
O nosso ônibus era o 604 – Hospital São João, que chegou pontualmente no horário indicado na timetable. Cada bilhete custou 1,85 euros e pagamos direto ao condutor. Dentro do ônibus há um letreiro e áudio indicando as paragens.
O trânsito não estava pesado e enquanto o busão deslizava pelas ruas estreitas do Porto, fui observando as pessoas nas ruas, o casario antigo, formado prioritariamente por casas e pequenos edifícios, começando a absorver lentamente a fisionomia da cidade.
Fomos o tempo todo sentados, pois o ônibus estava vazio, embora em toda parada entrasse e saísse gente.
O que fazer no Porto Portugal
Desembarque do busão - caminhada até o Ibis

O que fazer no Porto Portugal
Porto nos recebeu com belas cores de outono

O que fazer no Porto Portugal
Ibis São João - Porto
Do ponto de ônibus ao Ibis caminhamos por cerca de 5 minutos, seguindo o mapa que o atendente do Porto de Informações Turísticas nos deu.
Foi uma pernada gostosa porque o caminho era arborizado e estava salpicado com as cores do outono, que eu adoro. Além disso, a temperatura estava deliciosamente fria. 
O que fazer no Porto Portugal
Yovo

O que fazer no Porto Portugal
O primeiro bacalhau que comi em Portugal - muito bom

O que fazer no Porto Portugal
Bacalhau à lisboeta e pastel de nata
Fizemos o check-in e fomos encaminhados para o nosso quarto, padrão, conhecido, familiar, exatamente do jeito que eu gosto. O Ibis São João fica dentro do Shopping Campus.
Exaustos da longa viagem, sem conhecer Porto e distantes do centro, resolvemos naquela noite jantar no shopping e descansar. Escolhemos o Yovo, um fast food de bacalhau, onde comi o primeiro (de muitos) desse prato tão icônico de Portugal.
Eu escolhi o bacalhau à lisboeta (mais conhecido como bacalhau à Brás onde ele é desfiado e acompanhado de ovos, azeitonas pretas e batata frita cortada fininha) por 4,90 euros. De sobremesa, um símbolo da doçaria portuguesa: o pastel de nata salpicado de canela por 1 euro.
O jantar esteve delicioso e o atendimento foi muito gentil e cortês. No dia seguinte começamos a explorar Porto.