terça-feira, 22 de março de 2011

A IGREJA de São Francisco de Assis, as DEBUTANTES e a cidade, HAVANA, CUBA:


Igreja de São Francisco de Assis

Praça de São Francisco de Assis

Uma debutante tirando fotos.

Outra debutante. Havia algumas.

Com a revolução, Cuba parou no tempo. Visitar a ilha é como entrar em uma máquina do tempo e voltar aos anos 50. Carros, moda, arquitetura: tudo nos lembra os tempos da brilhantina: decadente. Mas talvez aí esteja todo o charme da ilha de Fidel. 

Em Habana Vieja, onde fica a Igreja de São Francisco de Assis, construida entre 1730 e 1745, é comum vermos as debutantes tirando fotos em poses doces e suaves. Cercadas de turistas curiosos com o espetáculo, elas nem parecem perceber, mas por baixo dos vestidos de babados e sonhos de juventude, os tênis mostram um certo rock´n roll. O que será que vai no intímo desta nova geração?

terça-feira, 15 de março de 2011

Glastonbury - A Cidade dos Seres Encantados

Vista de Glastonbury
As ruinas da Abadia. Reza a lenda que o rei Arthur foi enterrado aqui com sua rainha
As ruas da cidade em um dia tipicamente inglês
A cidade é encantadora
Os seres encantados saem nsa ruas
A cidade das fadas, dos elfos e dos duendes. A cidade de Avalon, da Fada Morgana, e de Viviane,  a Rainha do lago. Aqui está o Calice Sagrado. Aqui foram encontrados os corpos do Rei Arthur e de sua Rainha: Guineverè. Aqui também está a Tor e a Abadia, onde os sinos dos padres tocavam insistentemente e que foi destruida por ordem do Rei Henrique VIII.

Um lugar onde seres encantados andam pelas ruas, misturados aos seres humanos. Em Glastonbury, as casas parecem saidas de contos de fadas. Andar pelas ruas é um convite para deixar a imaginação viajar para um reino encantado onde fatos e lendas se misturam e se confundem.
------------------------------------------------------------------------

Se estiver em Bath, pegue um trem até Bristol (12 min e cerca de 5,90 libras ida/volta). Ao sair da estação de Bristol, Temple Mead, vire à direita e ande até a esquina, dobre novamente à direita e irá encontrar um ponto de ônibus. Ali passa o 376 que vai até Glastonbury (cerca de 6,85 pounds ida/volta - returning e a viagem dura mais ou menos 1h e 30 min).  Na estação de trem de Bath há informações sobre os horários de trem e de ônibus. Há diversos horários.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Salvador - Flamenco com Dendê

Apresentação do grupo Flamencantes (espetáculo Entre Carmens e Severinas) sob a direção de Daniel Moura

Entre Carmens e Severinas

Os flamencantes

As belas flamencantes apresentando Entre Carmens e Severinas

Acarajé, abará, caipiroska, moquecas diversas, axé music, carnaval: estes são alguns dos símbolos da Bahia, que todo mundo conhece. Mas Salvador é muito mais que isso.

Salvador também é flamenco. A dança, originária da Espanha, tem seus adeptos e adeptas na cidade. O baile flamenco, com suas guitarras e castanholas, seu lamento e suas saias cheias de volume, conquistaram o coração de muitos baianos: que bailam, tocam e assistem aos espetáculos. 

Como não poderia deixar de ser, o flamenco na terra de todos os santos, sofre influência de sua forte cultura: é mesmo cheio de dendê e de ginga. Mas sem perder a essência desta magia vinda da Espanha. A mistura do duende típico das bailarinas flamencas com o santo que toda menina baiana tem, resultou em uma mistura de cores e ritmos particulares. Esta mistura ajudou a arrebatar a alma de mais e mais espectadores. 

O resultado: espetáculos belíssimos e teatros lotados.
 ------------------------------------------------------------------------
O Confraria é um espaço voltado para as artes, que mistura o duende flamenco com o dendê baiano: Rua das Rosas, 598, Pituba.

Fotos de Patrícia Carmo.


terça-feira, 1 de março de 2011

A Vila de San Pedro do Atacama

A estrada que leva até San Pedro de Atacama, com os vulcões ao fundo

Os vulcões que cercam San Pedro do Atacama

As casas típicas: funcionam lojas, delegacia, prefeitura, posto de atendimento ao turista também neste tipo de arquitetura.

Avenida Caracoles, a principal rua de San Pedro

Igreja San Pedro onde a Vila começou

Igreja San Pedro

Igreja San Pedro

San Pedro de Atacama é marron. E linda. E simpática. E rústica. Encravada no meio do Deserto do Atacama, norte do Chile, cercada por vulcões e onde o céu tem uma linda tonalidade de azul, pode ser considerada um oásis. Localizada a 2400m de altitude é o ponto de partida para os principais locais de visita do deserto como Valle de La Luna e de La Muerte, Salar do Atacama, Lagunas Altiplânicas e Geysers del Tatio. Mas a própria vila é uma atração turística.

Salmão (pescado nas águas geladas do pacífico), sanduiche de queijo de cabra, uma sopa (para aquecer no inverno) ou empanadas são algumas opções para comer, enquanto o tempo passa lentamente, em um dos muitos e deliciosos restaurantes de San Pedro como o Café Adobe (Caracoles 211) ou La Estaka (Caracoles 259 B) ou talvez o Club de Vino Etnico (Tocopilla 423).Tudo acompanhado de um bom vinho.

Passear pela vila, entrando nas lojinhas e conhecendo o artesanato local, feito com lã de llama e alpaca, animais típicos da região. Conversar com os moradores,  é uma atração à parte. Conhecedores, e orgulhosos, de sua história, vão nos contar que a vila começou com a Igreja de San Pedro, construída no século XVIII pelos jesuítas. Vão nos contar também que os atacameños foram o povo originário da região e que foram o primeiro povo sedentário do Chile. E vão recomendar, com muita simpatia, uma visita ao Museu Arqueológico Padre Le Paige, para conhecer um pouco mais sobre sua história. 

Se sofrer de Soroche, o mal de altitude, a solução é tomar chá de coca ou de rica-rica.