sexta-feira, 31 de maio de 2013

A ZONA ROSA de Bogotá, Colômbia:

Um domingo à tarde


Lugar obrigatório para visitar em Bogotá é a Zona Rosa. O lugar é uma mistura da chique e famosa Oscar Freire com a descoladinha e animada Vila Madalena, ambas em São Paulo. Muitos bares e restaurantes. Lojas e dois shoppings: El Retiro e Andino.

Sexta à noite


Sábado à noite


Especialmente à noite a Zona Rosa fica  bem movimentada. É uma mistura bacana de estilos que interagem: gente no salto e no glamour e gente mais desencanada, calçando tênis (tênis fashion, diga-se). Fomos na sexta e no sábado lá e encontramos muita animação, lojas abertas e filas nos resturantes. 

No domingo voltamos para almoçar. O movimento estava bem menor, as lojas fechadas e nem todo restaurante estava aberto, mas mesmo assim, havia pessoas pelas ruas e um charme diferente da boêmia noturna. Um clima mais família.

No início de Janeiro, quando estive na cidade, todas as lojas estavam em liquidação.

O Hotel Hilton fica mais próximo da Zona Rosa que o Ibis.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

MUSEO NACIONAL, Bogotá, Colômbia

Entrada do Museu
O Museu Nacional de Bogotá merece uma visita. Ele não possui um tema único e mais parece uma salada de informações. Tem material sobre história, arqueologia, etnografia e arte de diversas épocas do país. São quase 2500 peças e o museu ainda oferece mostras temporárias. A entrada é gratuita.

Informações sobre práticas religiosas de povos antigos.

Múmias

Arte

Botero
Tem muita coisa para ver, mas você pode selecionar somente as salas onde tem material que te interessa. Tem muita coisa sobre a história política e econômica do país, contada através de objetos, gravuras, quadros e paineis escritos. 

As múmias são bem intressantes, mas o que mais me chamou a atenção no Museo Nacional foi o corredor que discute o papel da mulher ao longo da história colombiana. A forma como a mostra é colocada, através de questionamentos, nos faz pensar. Assim como algumas outras questões colocadas de forma a entendermos que tudo nesta vida é relativo.

E uma ala divertida é a que possui muitos quadros de Símon Bolívar criados por pintores de diversas épocas, incluindo a que ele viveu. É divertido perceber o olhar que cada artista tinha sobre o heroi.

O Museu Nacional fica em frente ao Hotel Ibis. Mais um bom motivo para se hospedar neste hotel. Para visitar o museu, basta atravessar a rua.